No painel de abertura do webinar “DATAGRO Abertura de Safra, Soja, Milho e Algodão 2020/21”, ocorrida dia 05, o economista sênior do Santander Brasil, Jankiel dos Santos, disse, que a atividade econômica voltará ao nível pré-crise da covid-19 em 2022. “Avalio que o pior em termos de impactos econômicos já passou, com a confiança do empresariado e do consumidor se recuperando – ainda que lentamente, mas a recuperação aos níveis de pré-crise será passo a passo.”
Jankiel estima que o PIB recue 6,4% neste ano, passando a registrar alta de 2,7% em 2021 e de 3,5% em 2022. Segundo o economista, a inflação está sob controle, sendo prevista em 1,5% para este ano, 2,7% para 2021 e 3,5% para 2022. “Os juros também devem seguir em baixa, considerando este quadro” ressaltou.
De acordo com Jankiel, o saldo da balança comercial brasileira tem potencial para atingir US$ 60,5 bilhões em 2020. Em 2019, o superávit – entre exportações e importações – foi de US$ 46,6 bilhões. O economista também projetou mudança gradual na taxa de câmbio, com o dólar recuando de R$ 4,95 ao final deste ano, para R$ 4,50 em 2021 e R$ 4,15 em 2022.
O presidente da DATAGRO, Plinio Nastari, destacou o apoio do Santander ao RenovaBio – com a escrituração dos CBios, bem como ressaltou o papel do Brasil como potência agroambiental. Como alerta, Nastari chamou atenção sobre eventuais impactos da proposta de reforma tributária do Executivo em algumas cadeias produtivas do agronegócio.

Fonte: Universo Agro