Agrobrasília

Entre os dias 15 a 19 de maio no Parque Tecnológico Ivaldo Cenci, que fica na BR 251 em Brasília,  será realizada a edição 2018 da Feira Internacional dos Cerrados  Agrobrasília. O evento que se denomina como maior  manifestação do cerrado brasileiro a cada ano vem apresentando crescimento substancial e já se coloca como uma das principais feiras do agronegócio do país.  Neste ano a aposta está na tecnologia no campo. Os organizadores prometem  apresentar  inovações  em máquinas, implementos, insumos, genética e pesquisas avançadas e como elas podem ajudar no desenvolvimento do campo.

Em 2017, a AgroBrasília movimentou R$ 710 milhões em negócios, teve 430 expositores recebendo 99 mil visitantes. Durante a Feira, os agricultores tem acesso a tecnologias de ponta e conhecimento técnico. A disseminação de informação e a disponibilização de técnicas modernas criam condições para o setor agropecuário ter um bom desempenho econômico.

Maiores informações em www.agrobrasilia.com.br

 

Agrishow

Projeto Digital: Para promover a feira no campo digital foi lançado a Agrishow Digital, canal de conteúdo com matérias especiais, artigos, reportagens, entrevistas e dicas em formato de e-books, além de whitepapers, infográficos e artigos técnicos de institutos parceiros, do Brasil e exterior.

O canal digital ampliou a forma de levar conhecimento qualificado sobre temas importantes relativos ao agronegócio ao público, por meio do lançamento de conteúdos multimídias, que possibilitam o internauta acessar a informação não apenas em textos, mas também por áudio e vídeo.

Neste ano, o Agrishow Digital ganhou um novo endereço na web: www.digital.agrishow.com.br, mas também pode ser facilmente acessado pelo site www.agrishow.com.br

Demonstrações de Campo: Outra atração será a Arena de Demonstrações de Campo Com curadoria da Coopercitrus, tem o intuito de oferecer conhecimento e fomentar o uso de ferramentas inovadoras no campo, que resultem em crescimento produtivo, rentável e sustentável para os produtores rurais.
Com duas apresentações diárias (às 10h e às 14h), a programação da Arena de Demonstrações de Campo terá início no dia 1º de maio e se estenderá até o dia 4 de maio, e contará com apresentações de máquinas, implementos e tecnologias. Em uma arquibancada coberta, os agricultores poderão acompanhar em tempo real, em transmissão ao vivo em telões de alta definição, como as tecnologias funcionam dentro das máquinas, além de apresentações de vídeos didáticos sobre seus benefícios.

Ainda na Arena, os produtores rurais poderão conhecer a plantadora Precision Planting, com controlador de sementes V Drive, que posiciona a semente em espaçamentos regulares, evitando a colocação de sementes duplas no solo e falhas no plantio; o pulverizador autopropelido, com corte automático de seção, que garante economia no uso de defensivos, evitando a sobreposição e falhas na pulverização, o que resulta no maior rendimento dos defensivos; o WeedSeeker, que utiliza sensores que capturam  a presença de plantas verdes e envia um sinal para ativar a aplicação do produto no local exato, além do drone de pulverização, utilizado na aplicação para controle de pragas e ervas daninhas localizadas pontualmente dentro da lavoura e o drone de imagem, cuja câmera especial auxilia na identificação da situação da lavoura dando suporte na tomada de decisão de manejo.

A 25ª Agrishow será promovida entre os dias 30 de abril e 4 de maio e reunirá, em Ribeirão Preto, cerca de 800 marcas nacionais e internacionais. A feira é uma iniciativa das principais entidades do segmento no país: Abag – Associação Brasileira do Agronegócio, Abimaq – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos, Anda – Associação Nacional para Difusão de Adubos, Faesp – Federação da Agricultura e da Pecuária do Estado de São Paulo e SRB – Sociedade Rural Brasileira. O evento é organizado pela Informa Exhibitions, integrante do Grupo Informa, um dos maiores promotores de feiras, conferências e treinamento do mundo com capital aberto.
Mais informações: www.agrishow.com.br

Nota da redação: matéria publicada na edição 104 da revista Agrimotor