O evento online, realizado de 18 a 20 de agosto de 2020, em Sertãozinho/SP, teve como proposta oferecer conteúdo atualizado em relação ao mercado de bioenergia.

O debate de abertura do FENASUCRO & AGROCANA TRENDS contou com a participação de Paulo Montabone, Diretor da Fenasucro & Agrocana; Marcos Montes Cordeiro, Secretário-Executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; Antônio Tonielo, Presidente da COPERCANA; Evandro Gussi, Presidente da UNICA (União da Indústria de Cana-de-Açúcar); Plínio Nastari, Presidente da DATAGRO; Luis Carlos Junior Jorge, Presidente do CEISE Br; Arnaldo Jardim, Presidente da Frente Parlamentar dos Biocombustíveis; Guilherme Nastari, Diretor da DATAGRO; e Alberto Gimenez, Prefeito de Sertãozinho.

Os participantes do primeiro dia do evento online, focado no mercado de bioenergia, indicaram que o modelo brasileiro é viável e pode ser aplicado em qualquer país como solução ambiental para a redução de poluentes.

Essa visão foi compartilhada pelos debatedores na abertura do FENASUCRO & AGROCANA TRENDS, ocorrida na terça-feira (18/08), que teve como tema principal “Tendências para o setor sucroenergético – as novas perspectivas que levarão o setor a um novo patamar”.

De acordo com Evandro Gussi, Presidente da UNICA, a principal dificuldade é a falta de conhecimento sobre o setor bioenergético, que possui um nível de sustentabilidade e um valor estratégico de interesse mundial. A opinião foi reforçada por Plínio Nastari, presidente da DATAGRO, que também destacou os avanços do Brasil em relação à eficiência do processo de mecanização e a curva de valorização do etanol por suas qualidades ambientais.

O secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Marcos Montes Cordeiro, disse que o governo também vem buscando medidas para melhorar as condições de negócio favorecendo os investimentos na bioenergia.

O evento também prestou uma homenagem para Plinio Nastari, Presidente da DATAGRO, com a entrega de uma placa pela sua contribuição ao setor, principalmente ao programa Renovabio.

O FENASUCRO & AGROCANA TRENDS prosseguiu na quarta-feira (19/08), com o seminário “Bioeletricidade/Biogás: a postos para a Retomada do Investimento”, que discutiu a modernização do setor elétrico e as perspectivas positivas para a retomada do investimento para a bioeletricidade e o biogás, incluindo, os impactos positivos para o biometano.

Já na quinta-feira (20/08), ocorreu o Canathon, primeiro hackathon internacional voltado para o setor de bioenergia buscando soluções sustentáveis e inovadoras para o mercado.

Fonte: assessoria de imprensa