Criado há 15 anos, a Ford iniciou as atividades do Mês Global do Voluntariado, programa que incentiva os empregados da empresa em todo o mundo a participar de serviços comunitários durante o mês de setembro. Este ano, foram criadas duas novas iniciativas para que eles possam ajudar organizações do terceiro setor e tornar a vida das pessoas melhor com segurança, em meio à pandemia de Covid-19.

Bill Ford (centro) é um dos apoiadores do programa.

– Fundos de gratidão: os empregados podem indicar uma organização sem fins lucrativos ou não governamental para receber um “subsídio de gratidão”, em reconhecimento ao trabalho realizado em resposta ao Covid-19. O Corpo de Voluntários da Ford dará subsídios de até US$ 5.000 a organizações selecionadas, indicadas por empregados, para ajudar a manter ou ampliar seus esforços no atendimento às necessidades da comunidade relacionadas à pandemia.

– Atos de gentileza: o Corpo de Voluntários da Ford incentiva os empregados a ajudar seus amigos, vizinhos ou familiares necessitados, realizando um ato de gentileza – grande ou pequeno. Seja ligando para alguém que mora sozinho, doando sangue, se voluntariando virtualmente ou realizando alguma outra ação. Aqueles que enviarem uma foto realizando a ação receberão um cartão-presente de US$ 15 – em reconhecimento ao 15º aniversário do Corpo de Voluntários da Ford – que pode ser usado para apoiar um dos milhares de projetos de caridade aprovados em mais de 160 países.

“Este ano, o Mês Global do Voluntariado tem uma importância especial”, diz Todd Nissen, diretor do Corpo de Voluntários da Ford. “Em todo o mundo, as pessoas estão sofrendo com a pandemia e as comunidades estão em convulsão devido à injustiça racial e social. Nossas iniciativas do Mês Global do Voluntariado são projetadas para que os empregados possam fazer a diferença na vida das pessoas e apoiar as comunidades necessitadas nestes tempos sem precedentes.”

Fonte: Ford